Neste ensaio tomar-se-á em consideração alguns tipos de monstros biológicos, partindo da ideia clássica de que os monstros são fenómenos naturais cuja função seria avisar os seres humanos. A nalidade é ilustrar de que modo tais entes nos levam a discutir o conceito de espécie e o de indivíduo típicos da nossa relação diária com o mundo – pode- ríamos dizer, da nossa «metafísica de senso comum» –, proporcionando algumas ideias para re ectirmos sobre a escolha entre realismo e irrealismo relativamente à presença, ou ausência, de uma estrutura da realidade independente da nossa mente e das nossas teorias.

Algumas observações sobre a função dos monstros biológicos na nossa metafísica

CASETTA, Elena
2016

Abstract

Neste ensaio tomar-se-á em consideração alguns tipos de monstros biológicos, partindo da ideia clássica de que os monstros são fenómenos naturais cuja função seria avisar os seres humanos. A nalidade é ilustrar de que modo tais entes nos levam a discutir o conceito de espécie e o de indivíduo típicos da nossa relação diária com o mundo – pode- ríamos dizer, da nossa «metafísica de senso comum» –, proporcionando algumas ideias para re ectirmos sobre a escolha entre realismo e irrealismo relativamente à presença, ou ausência, de uma estrutura da realidade independente da nossa mente e das nossas teorias.
Questões de-vidas. Fulgurações interdisciplinares
Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa
173
186
978-972-9349-38-6
Casetta, Elena
File in questo prodotto:
Non ci sono file associati a questo prodotto.

I documenti in IRIS sono protetti da copyright e tutti i diritti sono riservati, salvo diversa indicazione.

Utilizza questo identificativo per citare o creare un link a questo documento: https://hdl.handle.net/2318/1651736
Citazioni
  • ???jsp.display-item.citation.pmc??? ND
  • Scopus ND
  • ???jsp.display-item.citation.isi??? ND
social impact