A "longa onda" da catástrofe e as "condições" da mudança psíquica no pensamento clínico de Ferenczi