"Como em flor de lotus inebriada abelha": Ernesto Leal e o filme sonoro da humanidade